SNS: Federação Nacional dos Médicos acusa Manuel Pizarro de promover desigualdade entre médicos

Escrito por em 19 de Outubro, 2023

A Federação Nacional dos Médicos (FNAM) volta, esta quinta-feira, pelas 15h00, a sentar-se novamente à mesa de negociações com o Ministério da Saúde. Antes disso, no dia de ontem, 18 de outubro, o Conselho Nacional da FNAM reuniu-se em Coimbra para avaliar a proposta do Ministério. Numa primeira análise, o CN da FNAM sublinhou as soluções que os médicos têm para que se consiga construir um acordo capaz de recuperar a carreira médica e salvar o Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Numa nota enviada à Comunicação Social, a FNAM afirma que o Ministro da Saúde, Manuel Pizarro, “tem verbalizado a manutenção da desigualdade em vez da equidade nos médicos.” Para os dirigentes da Federação, a abertura em negociar de Manuel Pizarro “reflete-se na reposição da jornada das 35 horas, mas apenas para os médicos especialistas hospitalares que fazem serviço de urgência (SU). Além disso, na dedicação plena, mantém o aumento do trabalho suplementar para além dos limites legais de 150 horas, o aumento medieval da jornada diária de 8 para 9 horas, o fim do descanso compensatório após o trabalho noturno, e a inclusão do sábado como um dia de trabalho regular para os médicos que não fazem SU.”

A FNAM alerta, também, que o Ministério da Saúde tem insistido “num salário base sem equidade entre os médicos, sem a justa atualização, e sem garantir, transversalmente, a recuperação do poder de compra para todos, culminando numa fragmentação que em nada contribuirá para atrair e fixar médicos no SNS.”

Recorde-se de que as negociações entre os sindicatos e a tutela já duram há mais de dezoito meses, com a FNAM a denunciar que “o Ministério da Saúde continua sem enviar as atas de reuniões passadas, os articulados dos diplomas da dedicação plena e das unidades de saúde familiar”.

Recorde-se, também, que os médicos estiveram paralisados nos dias 17 e 18 de outubro, com uma adesão de 85% no primeiro dia e de 90% no segundo.

IMG: Federação Nacional dos Médicos.


Faixa Atual

Título

Artista