Santarém: Enfermeiros protestaram, esta manhã, devido situação caótica no Serviço de Urgências do HDS

Escrito por em 9 de Janeiro, 2024

Um conjunto de enfermeiros enfermeiros, dissociados de qualquer movimento sindical, protestou, na manhã desta terça-feira, em frente do Hospital Distrital de Santarém devido à degradação do Serviço Nacional de Saúde (SNS) e à falta de condições com que estes profissionais de deparam na sua atividade diária, num grito de protesto que esperam que chegue à tutela.

Em entrevista à SIC Notícias, Joana, uma das enfermeiras afirmou que as condições de serviço do HDS são “deploráveis” e considera que se está a “atingir o limite” das capacidades dos profissionais, considerando que estes, neste momento, são apenas tarefeiros e não enfermeiros.

Só no dia de ontem, 8 de janeiro, estavam internados no Serviço de Urgência deste Hospital 119 doentes, para lá dos doentes urgentes que continuaram a chegar sem que o Serviço fosse encerrado. Particularmente, neste serviço, os enfermeiros confirmam que há cuidados a ser prestados em cima de macas das corporações de bombeiros que acabam por ficar várias horas retidas no Hospital e vão mais longe denunciando a inexistência de cortinas e processos de algaliações e troca de fraldas, por exemplo, feitos quase a céu aberto, apontou esta enfermeira.

Para além do reforço de efetivos, estes profissionais imploram por mais condições físicas (espaços) e de segurança no Hospital.

IMG: Município de Santarém (Ilustrativa).


Faixa Atual

Título

Artista