Chuva, neve e agitação marítima afetam Portugal continental

Escrito por em 7 de Março, 2024

IMG: Canva Pro (Ilustrativa).

Em comunicado, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) informa que, o estado do tempo em Portugal continental, será condicionado nos próximos dias por depressões atlânticas centradas a oeste/noroeste da Península Ibérica, e pelos sistemas frontais a elas associados.

Assim, no final do dia 6 a precipitação chegará, inicialmente fraca, ao litoral oeste, estendendo-se gradualmente ao restante território e tornando-se moderada, sendo por vezes forte, de granizo e acompanhada de trovoada entre os dias 7 e 10, com algumas variações na frequência e intensidade ao longo deste período. O vento também soprará por vezes forte, em especial no litoral e nas terras altas, com maior incidência na sexta-feira, dia 8, onde as rajadas serão da ordem dos 80 km/h no litoral e dos 100 km/h nas terras altas. Salienta-se igualmente a agitação marítima forte, em especial na costa ocidental, com ondas entre 5 a 6 metros de altura significativa, podendo no sábado, dia 9, superar os 7 metros a norte do Cabo Raso.

A queda de neve será significativa nas terras altas do Norte e Centro, começando nos pontos mais altos da Serra da Estrela na noite e manhã de dia 7, baixando a cota para os 800/1000 metros de altitude a partir da tarde e mantendo-se até ao início da manhã de domingo, dia 10, apenas com uma subida temporária para os 1400/1600 metros no final da tarde de dia 8. As acumulações de neve no solo poderão, em determinados momentos, superar os 20 cm a cotas superiores a 1000 metros de altitude, sendo que nos pontos mais altos da Serra da Estrela poderá acumular cerca de 1 metro de neve no final do período.


Faixa Atual

Título

Artista