Proteção Civil alerta para eventual aumento dos caudais do Tejo nas próximas horas

Escrito por em 19 de Janeiro, 2024

A precipitação que se tem sentido, nas últimas horas, em Portugal gerou um aumento considerável dos níveis hidrométricos e caudais do rio Tejo e seus afluentes. Mantendo-se a situação atual, e de acordo com a previsão meteorológica para a bacia do Tejo, o Comando Regional de Emergência e Proteção Civil de Lisboa e Vale do Tejo prevê que  os caudais lançados no Rio Tejo pelos seus afluentes se mantenham elevados nos próximos dias.

De acordo com a Proteção Civil, a situação meteorológica atual e a prevista pode originar:

  • A ocorrência de inundações em zonas urbanas, causadas pela acumulação de águas pluviais por obstrução dos sistemas de escoamento;
  • A ocorrência de cheias, potenciadas pelo transbordo do leito de cursos de água e ribeiras;
  •  A instabilização de vertentes, conduzindo a movimentos de massa (deslizamentos, derrocadas e outros) motivados pela infiltração da água, podendo ser potenciados pela remoção do coberto vegetal;
  • O arrastamento para as vias rodoviárias de objetos soltos, ou ao desprendimento de estruturas móveis ou deficientemente fixadas;
  • Piso rodoviário escorregadio e formação de lençóis de água.

A Proteção Civil adianta ainda, em comunicado, que é espectável nas próximas horas, a manutenção com eventual aumento dos caudais do rio Tejo.

Neste sentido aconselha-se à população que:

  • Retire, das zonas confinantes, normalmente inundáveis, equipamentos agrícolas, industriais, viaturas e outros bens;
  • Salvaguarde os animais em locais seguros, retirando os rebanhos que se encontram nas zonas inundáveis;
  • Não atravesse com viaturas ou a pé estradas ou zonas alagadas;
  • Se mantenha-se informado através dos Órgãos de Comunicação Social ou dos Agentes de Proteção Civil, desenvolvendo as ações necessárias para a sua proteção, da família e bens.

IMG: Site ANEPC (Ilustrativa).


Faixa Atual

Título

Artista