O caso de sucesso da Febre Amarela: Associação Juvenil com 30 anos de atividade resiste e continua a captar novos jovens. (c/ som)

Escrito por em 28 de Novembro, 2023

A Associação Febre Amarela, da Glória do Ribatejo, é um caso ímpar na região no que diz respeito ao associativismo juvenil. A Associação que celebra, este ano 30 anos de atividade, contraria a tendência, cada vez mais comum, de morte do associativismo. Em entrevista à MarinhaisFM, Ricardo Nunes, Presidente da Direção da Associação explica o fenómeno da “Febre Amarela”.

Aos microfones dos 102.5 FM, o dirigente associativo começa por explicar que, ao longo de três décadas, muitas foram as gerações que já integraram os órgãos sociais da Associação e que, mesmo havendo sempre alterações registadas ao longo dos diferentes mandatos, têm sido sempre os jovens “a segurar a Direção”. Ricardo Nunes, que considera que o Associativismo tem vindo a perder força, inclusivamente na Glória do Ribatejo, realça, no entanto, que, no caso da Associação que dirige, o “segredo” do sucesso talvez passe pelo facto da Febre Amarela se ter pautado, sempre, por ter uma atividade de forma ininterrupta ao longo da sua já longa história.

Um dos “meninos de Ouro” desta Associação é o Festival Glória ao Rock, uma iniciativa que, ano após ano, coloca o concelho de Salvaterra de Magos, na rota dos Festivais de Verão e, sobretudo, na rota daqueles que apreciam este estilo musical. “É o Festival mais antigo do Ribatejo em continuidade, é o nosso maior marco e é o nosso maior orgulho”, destaca Ricardo.

Para assinalar o 30.º aniversário, a Associação vai organizar um programa de atividades. A começar, entre os dias 27 de novembro e 27 de janeiro, vai estar patente no Largo 1.º de maio, na Glória do Ribatejo, uma exposição com a curadoria de Filipe Ribeiro e Roberto Caneira que percorre os trinta anos da Associação. Já no dia 30, será exibido, no auditório do Espaço Jackson em antestreia, o documentário “Primeiro ensiná-los, depois aprender com eles”, um filme com a realização de Paulo Antunes.

No dia 1 de dezembro, a banda “Quem é o Bob?” e o DJ Nana vão animar o público que se dirigir até ao salão da Casa do Povo da Glória do Ribatejo e a 2 de dezembro subirão a palco os “The Pilinha“, os “Acromaníacos”, uma banda que esteve presente na primeira edição do Glória ao Rock, e ainda o DJ Beaver.

Escute, aqui, as declarações de Ricardo Nunes:

 

 

IMG: Reprodução Facebook Associação Febre Amarela.


Faixa Atual

Título

Artista