IPMA reforça dispositivo meteorológico para a época de incêndios rurais

Escrito por em 21 de Maio, 2024

IMG: Câmara Municipal de Coruche.

O IPMA reforçou o seu dispositivo meteorológico para a época de incêndios rurais de 2024 com a entrada em operações de 2 novos radares meteorológicos de polarização dupla e de duas estações meteorológicas instaladas em Coruche/Cruz do Leão e Loulé/Cavalos de Caldeirão e ainda, de 2 detetores de raios instalados em Olhão/RNPRF e em Viana do Castelo/Chafé.

De acordo com este Instituto, “estes equipamentos permitirão melhorar a vigilância e previsão geral do perigo de incêndio rural e das condições meteorológicas locais na frente de fogo, em particular aquando da formação de pirocúmulos e de potenciais ignições geradas por descargas elétricas atmosféricas, que por vezes ocorrem em zonas secas e muito afastadas das zonas de precipitação associadas a cumulonimbus.”

Em particular, refere o IPMA, estes radares vão permitir uma melhor caracterização das características dos sistemas convectivos, quer estejam afastados ou na região dos incêndios. Adicionalmente, também permitirão uma melhor caracterização da matéria particulada produzida pelos incêndios e da sua evolução em situações críticas.

Os detetores de trovoada permitirão aumentar a precisão de localização das descargas elétricas que se produzam nos sistemas convectivos, podendo esta informação ser utilizada em termos de vigilância em tempo real e em análise post-mortem na identificação das causas de incêndios.

As duas novas estações meteorológicas irão adensar a rede de estações meteorológicas no território do continente para observação e reforçar a previsão do perigo de incêndio rural e das variáveis meteorológicas relevantes, em complemento às estações meteorológicas já existentes da rede do IPMA e de redes externas ao IPMA.

No âmbito deste projeto foram também instalados terminais de operação e visualização de informação de radar nos Aeroportos de Faro, Cascais, Lisboa e Porto que funcionam como postos de trabalho complementares ao sistema nacional de vigilância aos fogos florestais e que permitirão, conjuntamente com o Centro Operacional na sede do IPMA, um apoio mais próximo aos teatros de Operação. De referir que em todos estes locais os profissionais do IPMA asseguram a observação e vigilância meteorológica, em regime de 24/7 e que esta atividade assenta na utilização dos mesmos sistemas em todos os postos de trabalho.

Ainda no âmbito desta Medida, poderão ser utilizados 3 computadores portáteis que permitirão a realização de trabalho de campo, em particular em ações de manutenção dos equipamentos, onde localmente, um técnico do IPMA poderá ter acesso a toda a informação e prestar o apoio meteorológico que se considere necessário e em tempo real.


Faixa Atual

Título

Artista