Faixa Atual

Título

Artista


Festival “Entre Quintas” arranca a 28 de junho

Escrito por em 23 de Junho, 2024

IMG: Reprodução Facebook Festival Entre Quintas.

A Casa Cadaval e a Quinta do Casal Branco, duas quintas com uma história secular, reúnem-se de novo para a realização da 5.ª edição do Festival “Entre Quintas”, uma experiência de diálogo entre a música e a experiência vitícola, emoldurada pela beleza dos espaços naturais envolventes. Tchaikovsky, Schumann, Chopin, Liszt, Schubert, Vivaldi, Mozart, Bartók, Dvorak e Händel vão ecoar pela Lezíria em dois fins de semana, de 28 de junho a 7 de julho.

O Festival “Entre Quintas” apresenta um programa de concertos e recitais de diferentes géneros para todas as idades e gostos. Serão também homenageadas duas mulheres emblemáticas pela sua grande cultura e sensibilidade artística: Olga Cadaval, que foi absolutamente fundamental na criação e importância do Festival de Música de Sintra, e Maria Lívia Braamcamp Sobral. Ambas foram proprietárias da Casa Cadaval e Quinta do Casal Branco, respetivamente.

“A música e a experiência vitícola são duas artes que devem ser apreciadas com todos os sentidos, com tranquilidade e delicadeza. Por isso, quisemos mais uma vez contribuir para que estes dois mundos se cruzem e potenciem, trazendo à Lezíria solistas nacionais e estrangeiros de qualidade reconhecida e algumas estreias mundiais”, afirmam Teresa Schönborn e José Lobo de Vasconcelos da Casa de Cadaval e da Quinta do Casal Branco, respetivamente.

A Quinta do Casal Branco receberá os cantores Maria Repas Gonçalves e Armando Possante, que atuam com a Orquestra da Câmara de Cascais e Oeiras e o seu diretor artístico, o maestro búlgaro Nikolay Lalov na apresentação da primeira ópera para crianças escrita em Portugal, “Um Sonho Mágico”. Uma peça para toda a família com entrada gratuita.

Também os pianistas João Casimiro de Almeida e Nadejda Taznova, o violinista Domenico Nordio e O Quarteto de Cordas da Orquestra Filarmónica de Budapeste atuam na Quinta do Casal Branco.

Na Casa Cadaval, na noite de 7 de julho são apresentadas obras de vários compositores espanhóis da biblioteca da própria Casa Cadaval. A quinta será também o palco de uma noite de Broadway pelo Trio Revived, bem como vários concertos com o Estoril Brass, a Schola Cantorum da Catedral de Santarém e o conjunto Al Ayre Español e Maite Beaumont.

Segundo o maestro búlgaro Nikolay Lalov, “O Festival Entre Quintas é a prova de que é possível tornar ‘um sonho’ realidade – levar músicos e peças musicais da melhor qualidade a comunidades que habitualmente não têm acesso a este tipo de eventos culturais. Com o entusiasmo e determinação dos seus fundadores, a resposta dos artistas, apoio das autarquias, empresas e outras entidades da região é possível criar um evento inédito de grande qualidade e acessível a todos”.

Recorde-se de que Festival “Entre Quintas” foi criado num momento crucial para contornar os terríveis constrangimentos da pandemia impostos à vida cultural e ajudar os músicos. Foi assim que a música clássica começou a chegar ao Ribatejo, para dar a oportunidade e sustento aos músicos, num período sem concertos com as salas de espetáculos encerradas. Em pouco tempo o Festival ganhou o seu lugar no cartaz musical.