Festas do Império do Divino Espírito Santo atravessam Alenquer mais de 700 anos depois (c/ som)

Escrito por em 11 de Abril, 2024

IMG: Câmara Municipal de Alenquer.

As Festas do Império do Divino Espírito Santo (FIDES) constituem-se como um dos momentos altos da vida dos alenquerenses e estas celebram-se por todo o concelho há mais de 700 anos.

Até ao Domingo de Pentecostes, ou seja, 19 de maio, e durante 50 dias, Alenquer, Aldeia Gavinha, Aldeia Galega da Merceana, Atalaia, Carregado, Ota, Pereiro de Palhacana e Paúla partilham uma ideia de bem comum instituída pela Rainha D. Isabel e o Rei D. Dinis, no longínquo século XIV (1321), que perdura até hoje. As ruas surgem ornamentadas, as celebrações religiosas dão-se pelas várias localidades, as pessoas cruzam-se em momentos de procissão e o tradicional bodo congrega um espírito de fraternidade entre locais e forasteiros.

A tradição com mais de 700 anos, e génese em Alenquer, viu o culto reavivado há 17 anos, tendo como principais impulsionadores o pároco e provedor da Misericórdia de Alenquer, José Eduardo Martins e D. Manuel Clemente (à data Bispo de Lisboa). Uma candidatura a Património Cultural Imaterial Nacional encontra-se a ser preparada pela autarquia.

Escute, aqui, as declarações da Vereadora Cláudia Luís, responsável com o Pelouro da Cultura na autarquia de Alenquer:


Faixa Atual

Título

Artista